Saúde

Beijar é bom, mas fique esperto.

É carnaval e todo mundo quer Beijar na Boca. Beijo é bom e todo mundo gosta.

Os batimentos cardíacos chegam a 150 por minuto, cerca de 29 músculos são movimentados e, em média, 12 calorias são perdidas em um beijo.

Seria ótimo caso não existisse uma série de doenças que podem ser transmitidas através do beijo.

Geralmente, estas doenças são de curta duração e em algumas pessoas até podem se curar sozinhas, dependendo do sistema imunológico. Mas outras vezes podem ocorrer complicações, como a propagação da infecção para outros locais do corpo, e até atingir o cérebro.

Para evitar pegar estas doenças, é recomendado evitar o contato íntimo e beijos com pessoas desconhecidas, ou pessoas sem relação de confiança, porque, na maioria das vezes, não dá para saber se a pessoa está ou não doente.

Mas por outro lado, “Se for evitar beijar devido a essas doenças, você não vai beijar mais ninguém”.

O Melhor é conhecer os riscos, sintomas e ficar atento aos sinais para um tratamento imediato.

 

As principais doenças que podem ser transmitidas pelo beijo são:

Mononucleose  – popularmente chamada de “a doença do beijo”, ela tem como vírus responsável o Epstein-Barr, da família Herpesviridae. Os sintomas são febre, dor de garganta, gânglios no pescoço e até alterações no fígado e no baço.

Herpes simples – os vírus de tipo 1 (oral) e 2 (genital) provocam lesões bolhosas em pele e mucosas, que podem reativar periodicamente; A transmissão é feita pelo contato direto com lesões das pessoas infectadas, principalmente através do beijo.

Meningites – ocorre quando, por alguma razão em específico, bactérias e vírus vencem as defesas do organismo e atingem as meninges, membranas que envolvem e protegem o encéfalo, a medula espinhal e outras partes do sistema nervoso central. Causa febre alta, mal-estar, vômitos, dor forte de cabeça e no pescoço;

Gripes e resfriados – a gripe ocorre quando organismo é infectado pelo vírus influenza, enquanto o resfriado pode ser causado por vários tipos de vírus, como o rinovírus ou coronavírus. Provocam febre, dores de cabeça e no corpo, tosse, coriza, mal-estar e fraqueza.

Sífilis – A sífilis é uma doença sexualmente transmissível, causada pela bactéria Treponema pallidum, mas que também pode ser transmitida pela saliva, em pessoas que têm pequenas feridas na boca.

Candidíase – A candidíase também é conhecida como sapinho, e é causada por fungos do tipo Candida. Alguns tipos deste fungo estão presentes em nossa pele naturalmente, e outros podem causar a doença, principalmente se a imunidade estiver baixa, e são transmitidos pelo contato direto, como através do beijo.

Caxumba – A caxumba, também conhecida como papeira ou parotidite, também é uma infecção viral transmitida por gotículas de saliva, causada pelo vírus Paramyxovirus, que inflama as glândulas salivares e sublinguais.

Comentários

Melhores da Semana

Subir